Festival Roque Pense! 2012

Festival Roque Pense! 2012

Após o sucesso dos circuitos na Praça do Skate, de Nova Iguaçu, o Festival Roque Pense! chegou para promover a produção artística e cultural feminina no rock e na cultura urbana em nível nacional. É o primeiro festival de cultura antissexista da região, transmitido ao vivo pela internet, reunindo mais de 2 mil pessoas em três dias de shows ao ar livre.

Um programa especial da “Roque Pense! Radio Web” abriu o festival no dia 21 de junho, o Dia Nacional da Educação Não sexista, na Casa de Cultura de Nova Iguaçu, com debate de Bruna Provazi, do festival “Mulheres no Volante”, de Minas Gerais, e da grafiteira da Flores Crew, Gabi Bruce, de Pernambuco. O show ao vivo da banda “Catillinárias”, a primeira banda a tocar no Circuito Roque Pense, em 2011, abriu a maratona de shows do Festival, que foi patrocinado pelo Governo do Estado do Rio de Janeiro, através de edital público.Festival 2012 - Foto Danilo Sergio (8)

Na sexta-feira 22, foi o primeiro dia de shows na Praça do Skate, em que a revolucionária alemã Rosa Luxemburgo recebia o público através de dois banners de quatro metros de altura no fundo do palco com suas imagens.

A banda She Hoos Go, tocando fora de Pelotas, Rio Grande do Sul, pela primeira vez, foi a primeira banda a se inscrever e a tocar. A batera Simone Del Ponte e a guitarra e vocal Daia Scarlet chamaram um dos momentos mais incríveis do Festival, logo no primeiro show: uma jam session que reuniu Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Baixada Fluminense, com Bruna Provazi, da Top Surprise, Giana Cognato, da Badhoneys e Leticia Lopes, da Cretina.

O entusiasmo das artistas provou a importância do festival em uma só música, Violet (Hole), emocionando quem estava lá e os que acompanhavam pelo streaming.

Festival 2012 - Foto Vitória Tavares (2)A Top Surprise entrou logo em seguida e Bruna Provazi mostrou com a guitarra o porque é uma ativista tão especial. A Cretina deu seu recado provando a qualidade do rock da Baixada em um show performático e quente. Encerrando a noite em grande estilo a banda de Porto Alegre, Badhoneys levou a melhor das impressões do público caloroso em um show inesquecível.

O sábado, dia 23, começou com a sessão especial do Cineclube Buraco do Getúlio, com curtas-metragens, entre eles o documentário “Vulva La Vida, Vida La vou eu” sobre o festival feminista da Bahia. A Ricto, de Ive Seixas, Volta Redonda – RJ, abriu a noite e em seguida subiram as paulistas de Santo André, As Radiotivas. Foram muitas as postagens que perguntavam quem eram elas.

Fechando a noite, a banda de Trash metal Scatha. As meninas de rostos suaves e riffs agressivos levaram o público ao êxtase. Invertendo o comum nesta noite o palco só recebeu um homem participante, provando que juntas as mulheres acabam ficando, neste caso, piores!Festival 2012 - Foto Vitória Tavares (1)

No ultimo dia de festival, 24 de junho, domingo, a “Girls in Ação” foi a primeira jam session exclusivamente feminina da histórica primeira pista pública de skate da América Latina. Os homens colaboraram no staff, com Mauro Tarobinha e Douglas Ugry no Juri, a organizadora e skatista Maryjane narrou a sessão que teve como vencedoras das categorias Feminino I, Sarah Lins, do Rio de Janeiro, e Feminino II, Ana Caroline, de Angra dos Reis.

Uma das premiadas foi Samantha Muleca, que após encerrar o painel da Artefeito com seus graffitis irados correu o campeonato e ainda improvisou um rap junto com a banda Ten Fingers. Uma das maiores provas que cultura de rua é para mulher: ela grafitou, andou de skate e rimou. A noite seguiu com a banda Luasys, de Nova Iguaçu, a Domestic Junkies e encerrando a Sonoplasti-q.

Festival 2012 - Foto Danilo Sergio (6)O blog, que no dia 20 de junho contabilizava 7000 visualizações, e até o final do ultimo show alcançou a marca das 10000 visualizações, foi uma das ferramentas de comunicação mais poderosas do projeto.

Mais do que números, a Praça do Skate, o rock da Baixada Fluminense, o público e as mulheres compartilharam emoções e ideias do Festival mais cabeça da região! As bandas e as mulheres surpreenderam a todos e todas pelos talentos, profissionalismo e pelo que foram capazes de fazer com essas novas ideias e guitarras afinadas.

 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pin It on Pinterest

Share This